Débito cardíaco

– O débito cardíaco está directamente relacionado com a quantidade de sangue ejectado durante um minuto (pelo ventrículo esquerdo)

– O corpo humano debita em média: 5litros/min em 60-70ml/batimento

DC = V.S×F.C

D.C: Débito Cardíaco

V.S: Volume sistólico

F.C: Frequencia Cardíaca (nº de sístoles/min)

Assim, o DC depende do:

  • Retorno Venoso: O aumento do retorno venoso aumento o débito cardíaco por aumento do volume sistólico. Depende da controção muscular esqulética, Inspiração (quanto > a pressão negativa na cavidade pleural, Gravidade (veias da cabeça e do pescoço), isto claro, em condições normais.
  • Ritmo Cardíaco: O aumento do ritmo cardíaco sem aumento do retorno venoso provoca diminuição da diástole e do volume ventricular. Ou seja, um aumento moderado do retorno cardíaco aumenta o DC por aumento da FC (maior nº de sístoles/min).

******************************************************************

*******************************************************************

FORÇA DE CONTRAÇÃO CARDÍACA

– A tensão global desenvolvida pela fibra miocárdica contríada aumenta quanto maior dor o comprimento inicial da fibra, mas a partir de um detreminado comprimento a tensão mantém-se estável: Valor crítico; por exemplo, pensem num elástico de preder folhas A4.

Quanto mais estirada estiver uma fibra cardíaca mais eficaz será a sua força de contracção.

  • Lei de Starling: a energia de contração é proporcional ao comprimento inicial da fibra muscular cardíaca. A eficácia da força de contração depende de: Comprimento inicial das fibrasTempo da diástole; Suprimento de O2; Integridade da massa cardíaca.

– A pressão sistólica do ventrículo é tanto maior quanto maior for o volume telediastólico (fim da diástole e início da sístole).

– Com resistências periféricasiguais, quanto maior for o volume de enchimento ventricular maior será o volume de injecção de sistólica (as resistências periféricas aumentam o esforço que o coração tem de fazerpara atravessar uma válvula).

  • Lei de Laplace: A pressão exercida sobre um líquido contido numa cavidade depende da tensão da parede e do raio da cavidade: P=T/R

– Propriedades do miocárdio: Contractibilidade; excitabilidade; elasticidade; tónus muscular; automatismo.

******************************************************************

*******************************************************************

COMO SEMPRE, SE ACHAREM QUE ESTA INFORMAÇÃO PODE SER COMPLETADA OU ESTÁ POUCO CLARA, NÃO HESITEM EM CONTACTAR-NOS. 😀


  1. Débito cardíaco « Fielenfermeiro.wordpress.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: